O Brasil continuou liderando e sendo o principal mercado da América Latina na exportação de itens para Dubai em 2018. No ano passado, as importações de itens brasileiros por Dubai atingiram US$ 1,4 bilhão. Já as exportações dos Emirados Árabes para o Brasil, excluindo petróleo, superaram US$ 100 milhões no ano passado. Os dados são números oficiais divulgados pela Câmera de Comércio e Indústria de Dubai, às vésperas do Fórum Global de Negócios (GBF) América Latina.

O GBF América Latina será realizado na Cidade do Panamá, entre os dias 9 e 10 de abril, e reunirá chefes de estado, legisladores e autoridades governamentais, além de empresários renomados da América Latina, do Caribe e do Golfo Árabe para exploração de novas vias de cooperação econômica.

Entre os palestrantes de alto nível que participarão do evento estão Alexandre Baule, sócio-fundador do BFAR, Augusto Lins, sócio-executivo da Stone Pagamentos, Cristina Junqueira, cofundadora e vice-presidente de Branding e Desenvolvimento de Negócios do Nubank, e Wilson Poit, membro do Conselho da Focus Energia.

Segundo Hamad Buamim, presidente e CEO da Câmara de Dubai: “Estamos felizes em trazer o GBF América Latina para a América Latina pela primeira vez e interagir com o público-alvo dos setores público e privado na região. Criamos esse evento em 2016 e, desde então, vimos diversos desdobramentos positivos, incluindo a abertura do nosso primeiro escritório de representação na América Latina em São Paulo, Brasil, que foi sucedido por outros novos escritórios na Cidade do Panamá e em Buenos Aires.

Ele acrescenta: “O Brasil é um mercado de importância estratégica para Dubai e para a Câmara de Dubai, e essa edição do fórum será uma oportunidade para que os representantes analisem mais de perto novas oportunidades que estão surgindo no Brasil a partir das reformas econômicas que estão sendo realizadas no país, por meio de sessões e discussões interativas.”

Os produtos mais exportados do Brasil para os Emirados Árabes Unidos (EAU) incluem carne, minério de ferro, combustíveis, veículos e madeira, ao passo que fertilizantes, sal, enxofre e pedras/materiais de emassamento/cal/cimento, plásticos e vidro estão entre os principais produtos exportados pelos EAU para o Brasil.

A Câmara de Dubai investirá US$ 27 milhões nos próximos 10 anos como parte dos esforços para conscientização sobre as oportunidades de comércio e investimento na América Latina e apoio às atividades dos escritórios da Câmara de Dubai na região, além de diversas viagens para a América Latina para exploração de oportunidades de comércio.

Sobre a Câmara de Comércio e Indústria de Dubai:

Criada em 1965, a Câmara de Comércio e Indústria de Dubai é uma entidade pública sem fins lucrativos, cuja missão é representar, apoiar e zelar pelos interesses da comunidade empresarial em Dubai através da criação de um ambiente de negócios favorável, apoio ao desenvolvimento de empresas e promoção de Dubai como um centro de negócios internacional.

A Câmara de Dubai conta com 10 escritórios de representação ao redor do mundo, incluindo três na América Latina (Argentina, Panamá e Brasil). Tais escritórios buscam identificar oportunidades de negócio em mercados promissores que ofereçam potencial para membros da câmara, ao mesmo tempo em que auxiliam empresas estrangeiras em busca de estabelecer sua presença em Dubai.

Website: http://www.idealhks.com